icone menu

Artigos

Cuidado com os que te amam

Por Douglas Brito

Cuidado com as pessoas que te amam! Na maioria das vezes, o abraço delas é tão afetuoso e apertado, que te quebram as asas e depois desse abraço, você não consegue mais voar! Elas te pegam no colo quando você não pode mais andar e te sustentam por muitas e muitas caminhadas, mas demoram tanto a te colocar no chão de volta, que quando o fazem  (se assim o fazem), você descobre que não sabe mais andar! Elas são tão solícitas e prestativas em resolver seus problemas, que sempre tomam à sua frente e cuidam de tudo, mas, depois de algum tempo, você descobre que não sabe mais tomar  nenhuma decisão sozinho! Elas pagam todas as suas contas, mas dificilmente se dão conta do que  realmente você precisa! Elas sempre marcam presença com o contra-cheque ou o cartão de crédito, mas sua presença física é algo escasso! Elas dariam a vida por você, mas dificilmente te dariam sua vida de volta, até porque, aliás, elas nem percebem que você não tem mais isso!  

Artigos recentes

Mulher com sacolas de compras
Compulsão por compras

Oniomania – é o nome clínico deste transtorno psicológico, mais conhecido como consumismo compulsivo. Esta patologia – compulsão por compras foi considerada uma doença apenas recentemente, na década de 1980. Não existem estudos que comprovem as causas dessa doença, mas há algumas possibilidades. Uma delas está relacionada com a história comportamental da família do indivíduo. […]

Máscara pendurada no guidão da bicicleta
Isolamento social: equilibrando o corpo e a mente

As atividades de entretenimento e os exercícios físicos contribuem com o bem-estar durante o confinamento As medidas de isolamento social recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter a propagação do novo coronavírus impuseram uma nova rotina a milhões de pessoas. A interrupção do convívio social e a necessidade de implementar cuidados rigorosos com […]

Jovem distraído na escola
Inquieto ou Hiperativo

Qual a diferença entre a agitação natural das crianças e o transtorno de déficit de atenção? Certos sintomas de desatenção e hiperatividade ansiosa podem ser considerados normais em crianças que acabaram de passar por situações traumáticas como a perda de uma pessoa querida ou alguma frustração importante. Nesses casos, em geral as manifestações são passageiras. […]

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *